Mostrando postagens com marcador Coração. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Coração. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Obscuridade Depressiva do Ser




Escondida entre os sentimentos

Na vileza dos pensamentos

Movendo-se lentamente

Nas sinuosas curvas da melancolia

Que devasta todas as emoções

Destruindo milímetro por milímetro

O desesperado coração

Que tenta inutilmente

Sobreviver a este ataque feroz

Doloroso e angustiante

Infligido pela obscura depressão

Que é impiedosa e cruel

Em seu imenso poder

De devastar um ser

Deitado nas chamas da agonia

Sob as lágrimas das sombras

Dando os derradeiros suspiros

De sua vida deplorável

E crivado detestavelmente

Pelo olhar hediondo da morte

Que almeja sedentamente

Levar sua alma aflita e perdida

Para o eterno sono da inexistência

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Coração Despedaçado





Coração despedaçado
Por espinhos cortantes
E raios reluzentes
De uma alma destruidora
Que suplanta todos os seres
Com crueldade e frieza
Soltando sua fúria incontrolável
Sob seus olhos flamejantes 
Que queimam intensamente
Os belos sentimentos
Da face da inocência
E faz cair lágrimas ardentes
Que exasperam o ser 
No seu íntimo inflamado
Pela dor de viver 
Sempre sem amor